Geral Pará

Estudantes vencedores do concurso de redação sobre bioeconomia recebem prêmios

Alunos do 7°, 8° e 9° anos do ensino fundamental, de escolas públicas estaduais, participaram do concurso e ganharam notebook e tablets, para estimular os estudos

27/12/2021 às 14h20
Por: Pará1 Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

Dentro da programação do Fórum Mundial de Bioeconomia, ocorrido em Belém, em outubro, o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Mauro O’de Almeida, entregou prêmios para alunos do ensino fundamental, da rede estadual de ensino, que se classificaram em 1º, 2º e 3º lugares no Concurso de Redação com o tema "Bioeconomia e Eu". 

O Governo do Estado, por meio da Semas, promoveu o evento, onde os vencedores receberam notebook e tablets, ferramentas para estimular os estudos, pesquisas e aquisição de conhecimentos.

O titular da Semas, Mauro O’de Almeida, falou da necessidade de envolver a sociedade paraense nesse tema, confraternizou com os professores que orientaram os alunos, e ainda reforçou que é preciso a união do setor produtivo, iniciativa privada, comunidades e ação governamental nessa atitude ambiental.

“Precisamos estar unidos nessa causa, mobilizar a população. Sejam incentivadores dentro da família, na escola, conscientizadores dentro do grupo de amigos”, estimulou o secretário. 

Alunos do 7°, 8° e 9° anos do ensino fundamental, de escolas públicas estaduais, participaram do concurso sobre bioeconomia e o impacto no dia a dia da população.

No total, foram inscritas 41 redações. Depois de detalhada avaliação, as três melhores: 1º lugar - Nara Helen Lima Martins, aluna do 8º ano, da E.E.E.F.M. Dom Pedro II, professora Maria Helena Lima; 2º lugar - Nielly Waleska Cristo de Aviz, aluna do 9º ano, da E.E.E.F.M. Jorge Lopes Raposo (Icoaraci), professora Helioneth Daniel Lisboa; e o 3º lugar - Aila Samya Oliveira Cardoso, aluna do 9º ano, da E.E.E.F.M. Dom Pedro II, professora Soraia da Silva.

A aluna Nara Martins recebeu um notebook como prêmio pela 1ª colocação no concurso, e declarou que recebeu a informação sobre o concurso em sala de aula, teve orientações sobre bioeconomia e fez a inscrição. “Recebi em casa uma ligação dizendo que tinha sido a primeira colocada e confirmei no site. O concurso é um grande incentivo para estudar a bioeconomia e pôr em prática, o meio ambiente precisa. Agora, fica mais fácil estudar pelo computador que ganhei”, avalia.

A estudante classificada em 3º lugar, Aila Cardoso, revelou que já tinha ouvido falar em bioeconomia, mas nunca tinha aprofundado tanto o assunto como no período da preparação para o concurso. “A gente foi estudando, analisando cada ponto e percebemos que é muito importante para nós e para o futuro do país. Aprendi que incluir a bioeconomia, pode gerar inclusão e muitos empregos. Fiquei muito feliz em ganhar em 3º lugar, não esperava. Coloquei em minha redação que é importante pesquisar mais e o prêmio vem ajudar bastante meus estudos e, quem sabe, ganhar novos prêmios”, almeja. 

A dona de casa, Maxilene dos Santos Oliveira, disse que está muito feliz por todos os vencedores, mas ficou muito emocionada pela filha Aila ter um notebook para ajudar nos estudos. ”Quanto mais estudarem, aprendem mais a se comunicarem com as pessoas. É bom começar a ler desde cedo. Eu e meu marido aprendemos muito com os filhos.”

“O que mais achei interessante é que a bioeconomia oferece soluções sustentáveis, harmônicas entre o progresso econômico e o meio ambiente, que geram desenvolvimento social, preservando nossos recursos naturais para o futuro. Vou levar esse conhecimento pra toda minha vida. Conscientizar os mais jovens é importante, porque gera mais ações visando nosso futuro, nossa região e todo o planeta”, conclui a 2ª classificada, Nielli de Aviz.

A Semas, no canal do youtube da secretaria, disponibilizou materiais úteis para entender melhor a bioeconomia e seus benefícios. Além de informações importantes sobre questões climáticas, negócios sustentáveis e a cultura de povos originários. Os professores puderam utilizar arquivos disponíveis, como material didático, inclusive, com um plano de aula preparado para guiá-los nesse processo.

Por Bruna Brabo (SEMAS)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio