Geral Pará

Alta de trigêmeos é comemorada pela equipe da Enfermaria Canguru da Fundação Santa Casa

As três crianças nasceram prematuras, passaram por períodos na UTI acompanhadas pela equipe multiprofissional da Unidade Cuidados Intermediários

30/12/2021 às 14h45
Por: Pará1 Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

Théo Lucca, Ana Cecília e Ana Liz, filhos de Gabrielly Ferreira, receberam alta da Santa Casa na manhã desta quinta-feira (30), após 29 dias internados na Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará (FSCMP).

As três crianças nasceram prematuras, passaram por períodos de internação na UTI e foram acompanhadas pela equipe multiprofissional da Unidade Cuidados Intermediários Canguru.

A mãe, que já tem mais duas filhas, comemorou a alta e agradeceu. “Graças a Deus todos os três bebês estão agora bem e com saúde, e a gente passou até menos tempo do que esperava aqui no hospital e agora a gente já está indo para casa. Eu também só tenho a agradecer à Santa Casa e à equipe aqui do Canguru", destacou Gabrielly Ferreira.

Uma vitória também para a equipe que atende às mães e bebês internados na Unidade Canguru, conforme sintetizou a técnica em enfermagem, Nazaré Pontes. Há 10 anos, ela atende aos recém-nascidos na ala Canguru.

“Ver as crianças indo para casa nos deixa muito felizes e é gratificante, pois a gente luta, trabalha dia a dia por essa alta e esse é um momento de alegria para toda a equipe”, afirmou Nazaré Pontes.

O MÉTODO CANGURU

A Santa Casa está credenciado desde o ano de 2013 como referência para a capacitação de outras instituições de saúde sobre o Método Canguru.

O Método Canguru é realizado por uma equipe multidisciplinar, capacitada na metodologia de atenção humanizada no atendimento ao recém-nascido de baixo peso em três etapas, definidas pelo Ministério da Saúde.

A primeira etapa é a da identificação e orientações às gestantes com risco de parto prematuro, no estímulo ao contato pele a pele durante o parto.

Após o parto, se for necessária a permanência do bebê na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal ou de Cuidados Intermediários Neonatal, é realizado o estímulo à lactação e à participação dos pais nos cuidados com o neném, se propondo a "posição canguru" sempre que possível.

A segunda etapa é realizada na Unidade de Cuidados Intermediários Canguru da Santa Casa, quando já existe a estabilidade clínica da criança, evidenciada por ganho de peso regular, segurança materna, interesse e disponibilidade da mãe em permanecer com a criança o maior tempo desejado e possível. A "posição canguru" é realizada pelo período que mãe e bebê considerarem seguro e agradável.

Já a terceira etapa se inicia com a alta hospitalar e exige o acompanhamento ambulatorial criterioso do bebê e da família.

*Texto de Etiene Andrade (Ascom - Santa Casa)

Por Governo do Pará (SECOM)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio