Domingo, 24 de Outubro de 2021
Geral Pará

Oficina de fotografia é oportunidade de mudança social e profissional

Ação desenvolvida pela Secom em Marituba contou com a participação de 25 alunos. Curso foi ministrado pelo fotógrafo Oswaldo Forte

01/10/2021 às 12h30
Por: Pará1 Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

Enquadramento, composição da luz e velocidade. Elementos usados pelo jovem Júlio Aguiar, de 25 anos, na fotografia ao lado, feita durante a cobertura da missa campal da Paróquia Santíssima Sacramento, no bairro União, em Marituba. A técnica utilizada por ele para capturar essa imagem é fruto da oficina de fotografia que a Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) levou para um dos territórios atendidos pelo programa Territórios Pela Paz (TerPaz), o Nova União/São Francisco, no município de Marituba. 

Ministrado pelo fotógrafo Oswaldo Forte, profissional com 30 anos de experiência na área, o curso iniciou na terça, 28 de setembro, e terminou nesta sexta-feira (01). Uma oportunidade a mais para quem usa a fotografia para divulgar o trabalho da comunidade católica nas redes sociais, como é o caso do Júlio Aguiar. "A gente tem a missão de divulgar as ações da igreja, e esse curso já está ajudando muito com os conceitos técnicos que o professor vem ensinando, em relação a abertura, velocidade, ISO e composição", destacou. 

A Escola Dom Calábria abriu as portas para receber os alunos durante os quatro dias da ação. Entre os participantes, está Andrea Oliveira, de 35 anos. Mãe de dois filhos, a dona de casa viu na oficina uma grande oportunidade profissional. "Eu já fotografava eventos de família, mas agora vou levar adiante os ensinamentos e, quem sabe, ser uma grande profissional". Ela também fez questão de destacar a iniciativa do Governo do Estado em proporcionar esse tipo de ação. "Quando eu vi que era gratuito, não perdi tempo, e fui logo fazer minha inscrição, por quê eu não tinha condições de pagar esse curso", comemorou.

Os conceitos apresentados pelo fotógrafo Oswaldo Forte foram além da teoria e da prática. É mais profundo do que se possa imaginar, pois envolve a mudança social e profissional para muitos jovens. "Já ministrei vários cursos, mas essa é a primeira vez dentro de uma comunidade. Tudo isso é muito gratificante, pois você imaginar que pode estar colaborando socialmente, profissionalmente, com jovens, realmente é um negócio que me deixa muito satisfeito", afirmou.

E como não poderia deixar de ser, o uso do celular para fotografar foi abordado pelo oficineiro. "O celular é uma câmera fotográfica avançadíssima; muitas vezes as pessoas não têm noção da quantidade de recursos que ele oferece", frisou.

Oswaldo Forte lembrou que as pessoas estão trabalhando profissionalmente com a fotografia de celular. "Já vi ensaios fotográficos feitos com a câmera de celular; produção de fotografia de alimentos. Essa é uma ferramenta sensacional".

 

Mudança de rotina

O programa TerPaz modificou o cotidiano dos bairros Nova União e São Francisco. Antes cenário de violência, criminalidade e insegurança, passou a reduzir esses índices com as ações de cidadania e promoção social, em parceria com o trabalho desenvolvido pelas forças de segurança. Para o líder comunitário Ednaldo Soares, o Terpaz mudou a realidade do município. "Dois anos atrás a violência aqui era terrível. Mas com a chegada das ações de cidadania, saúde, documentação e segurança, a gente vive feliz e já caminha para um novo cenário", disse. 

A Andrea Oliveira também falou da transformação social vivida pela comunidade nos últimos anos. "Eu tô vendo que o Governo do Estado está trabalhando muito nessa parte da segurança e com esses projetos sociais. Antes a gente não via isso", complementou.

 

Agenda

Com a oficina de fotografia em Marituba, a Secom fechou o mês de setembro com a realização de três cursos. Além de Marituba, foram desenvolvidas ações no Bengui (Fotojornalismo) e Jurunas (Comunicação Comunitária). Em outubro, o trabalho da Diretoria de Comunicação Popular e Comunitária da Secom ultrapassa os limites da região metropolitana de Belém e desembarca em Abaetetuba, no Baixo Tocantins. Por lá, serão duas oficinas (Rádio e Fotografia) entre os dias 5 e 8.10. Já em novembro, a cidade de Ipixuna do Pará entra no itinerário da Secretaria, com as oficinas de Produção Cultural e Publicidade e Propaganda, nos dias 9, 10, 11 e 12.

 

Usinas da Paz

 Em outubro também ocorrerá a inauguração da Usina da Paz do Icuí-Guajará, em Ananindeua. Uma oficina de comunicação já está sendo programada para esse período.

As UsiPaz serão complexos de promoção da cidadania, com espaços para atividades esportivas; salas de audiovisual e inclusão digital; atendimento médico e odontológico; consultoria jurídica; emissão de documentos; ações de segurança; capacitação técnica e profissionalizante, e espaço multiuso para feiras, eventos e encontros da comunidade. Também haverá espaços para cursos livres e de dança, teatro, robótica, artes marciais, musicalização e biblioteca.

Texto:Rodolfo Rabelo/Secom

Por Rodolfo Rabelo (SECOM)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes