Geral Pará

Graesp ultrapassa 700 horas de voo entregando vacinas contra a Covid-19

As aeronaves e profissionais do Grupamento Aéreo estão desde janeiro deste ano levando imunizantes a todas as regiões do Pará

16/11/2021 às 21h40
Por: Pará1 Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

A atuação do Graesp é fundamental na logística de distribuição das vacinas por todas as regiões do Pará
A atuação do Graesp é fundamental na logística de distribuição das vacinas por todas as regiões do Pará - (Foto: Bruno Cecim / Ag.Pará)
Integrar ações policiais ostensivas e preventivas por via aérea sempre foi um dos principais objetivos do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), nesses 16 anos de atuação. Em 2021, o Grupamento assumiu uma tarefa fundamental no combate à pandemia de Covid-19: a entrega das vacinas em todas as regiões do Pará, um estado continental, com mais de 1,2 quilômetros quadrados.

Desde janeiro de 2021, quando iniciaram os transportes de vacinas para municípios do interior, o Graesp já totalizou 734h20 de voo só na distribuição dos imunizantes, atendendo à logística programada pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), que, em parceria com a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), está à frente do combate à pandemia.

O planejamento das entregas é realizado pela Sespa, enquanto a Segup executa a distribuição para as principais regionais de saúde do Estado, assim como garante o abastecimento aos municípios, para os quais o acesso por via terrestre e fluvial levaria muito mais tempo.

Assim que as remessas de vacinas chegam a Belém, as aeronaves do Graesp entram em cena para agilizar as entregas
Assim que as remessas de vacinas chegam a Belém, as aeronaves do Graesp entram em cena para agilizar as entregas - (Foto: Bruno Cecim / Ag.Pará)

“O Graesp tem sido fundamental na distribuição de vacinas por todo o Estado, desde quando começamos o processo de vacinação no Pará. Nós garantimos que todas as vacinas que cheguem a Belém sejam transportadas, em menos de 24 horas, para que alcancem os 144 municípios paraenses. Isso vem sendo feito desde janeiro, quando iniciou o processo de vacinação, e assim já foram mais de 700 horas de voo realizadas pelo Graesp em suas diversas aeronaves, pra todos os cantos do Pará, distribuindo vacinas e contribuindo com esse processo de imunização da população, que vem nos permitindo a flexibilização das medidas restritivas no Estado”, destacou o titular da Segup, Ualame Machado.

Logística- O Graesp mobiliza um efetivo de 65 agentes nesse transporte, além de sete aeronaves, entre helicópteros e aviões, que já percorreram mais de 28 municípios. Todo o aparato utilizado visa ao transporte com segurança dos imunizantes, para que possam alcançar com agilidade todas as regiões do Pará. Entre os municípios que recebem as vacinas por meio do Grupamento estão: Marabá, Conceição do Araguaia, Altamira, Santarém, Oriximiná, Juruti, Óbidos e Faro, e ainda os 16 municípios do Arquipélago do Marajó.

A parceria entre Sespa e Segup permite que todos os municípios recebam as vacinas para imunizar a população
A parceria entre Sespa e Segup permite que todos os municípios recebam as vacinas para imunizar a população - (Foto: Alex Ribeiro - Ag. Pará)

“Nossa equipe se reveza na atuação de transporte para que possamos cumprir com o planejamento da Sespa para distribuição das vacinas. Para nós, do Grupamento, esta, sem dúvida, vem sendo uma das principais ações desenvolvidas ao longo deste ano, pois estamos acostumados a acompanhar as operações policiais em prol da segurança, e hoje ajudamos também no combate à pandemia no nosso Estado, transportando saúde e esperança para todos os paraenses”, frisou o diretor do Graesp, coronel Armando Gonçalves.

Para o secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho, todo o esforço realizado pelo Graesp garante celeridade à cobertura vacinal da população das localidades mais distantes da capital do Estado. “Já temos dez meses de trabalho integrado entre Sespa e Segup, que tem sido essencial para que o Pará avance na vacinação contra a Covid-19, pois a distribuição precisa ser rápida, especialmente para atender as populações mais distantes e com difícil acesso. Toda essa logística é realizada para que possamos garantir uma cobertura vacinal a todos os paraenses. A cada remessa que chega ao Estado, o Pará consegue alcançar mais públicos, e isso é fundamental na nossa estratégia de combate à pandemia, sobretudo para combater a proliferação do vírus e a formação de novas variantes”, ressaltou Rômulo Rodovalho.

Por Walena Lopes (SEGUP)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio