Geral Pará

Crianças participam de atividades lúdicas do 'Doadores do Futuro' da Fundação Hemopa

A iniciativa do Hemocentro é apresentar para meninas e meninos a importância da causa da doação de sangue, desde bem cedo

26/11/2021 às 13h45
Por: Pará1 Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

A aula de hoje foi diferenciada para as crianças que receberam o convite de passar a manhã desta sexta-feira, dia 26, no Hemopa. A missão foi desenvolver o projeto ‘Doadores do Futuro’, que visa a apresentar para meninos e meninas a importância da doação de sangue, desde muito cedo. 

O presidente da Fundação Hemopa, Paulo Bezerra, deu as boas-vindas às crianças e agradeceu a presença. “É muito legal ver que vocês já estão interessados em conhecer o processo da doação de sangue. Assim podemos esperar uma juventude mais dedicada à causa da doação. Os nossos doadores do futuro estão aqui. Muito obrigada e aproveitem este momento”, destacou o gestor. 

A partir de dinâmicas lúdicas, a assistente social do Hemopa, Amanda Costa, falou sobre o que é a doação de sangue e a importância de ser solidário. Um vídeo da Turma da Mônica apresentou um dia em que o pai do Cebolinha foi ao hemocentro fazer a doação de sangue. O filme prendeu a atenção das crianças. Ao término, eles foram sabatinados e quem respondesse corretamente, ganhava um brinde. 

Após o momento de brincadeiras, os doadores do futuro seguiram em um ‘Hemotur’, quando conheceram os laboratórios responsáveis pelo processamento do sangue. Puderam conferir a separação dos hemocomponentes e alguns testes que são realizados nas amostras de sangue doadas pelos voluntários. Também foram até a sala de coleta para ver como é feita a doação de sangue. 

“Esse projeto é muito importante para crianças tomarem conhecimento do que é ser doador, que ela entenda que sem sangue não há vida. E que quando chegar a fase adulta, vai ter essa inteligência para perceber que doar sangue é muito mais que doar vida, é doar saúde. A gente não ajuda apenas uma pessoa, a gente ajuda toda a família daquele paciente que recebeu a transfusão”, disse Fabrício Figueiredo, comandante da Marinha Mercante, que trouxe a filha, Sarah de 4 anos de idade. 

Letícia Moreira, de 7 anos, é filha da servidora Lilian Moreira, lotada na Assessoria de Gestão de Pessoas do Hemopa, e estava atenta aos ensinamentos. “Eu achei um dia muito legal e feliz. Aprendi sobre a doação e como é importante doar para ajudar as outras pessoas”. 

Esta ação mobilizou, na maioria, filhos, sobrinhos e netos de servidores da Fundação e, fez parte da programação do Dia Nacional do Doador de Sangue. “Queremos que essas crianças levem para a casa e para seus amigos os ensinamentos que conseguiram adquirir aqui. Eles podem, sim, influenciar os adultos a doarem e podem nos ajudar nesta missão de mobilização de voluntários da causa. O projeto Doador do Futuro tem esta missão, de formar pessoas mais conscientes e mobilizar novos doadores de sangue”, destacou Juciara Farias, gerente de captação de doadores.  

Por Anna Cristina Campos (HEMOPA)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio